Como é viajar para Bangkok de Ethiopian Airlines

Em fevereiro de 2016 voamos pela primeira vez de Ethiopian Airlines. Segue a nossa experiência nessa cia aérea:
O voo das 3h30 partindo de Guarulhos para Addis Abba (Etiópia) só abre o check-in cerca de 2 horas antes, mas… Chegamos cerca de 3 horas antes e o GRU já tinha “organizado” uma fila distante da área do check-in. Dica: a companhia não possuem uma área exclusivamente dela, daí, passando pelo terminal 2 “D” antes do horário de abertura do check-in, onde estiver a Air-Maroc, lá será a Ethiopian.
Já esperava algo desorganizado, mas não daquele jeito. Quando liberaram os que estavam na fila para finalmente iniciarem o check-in, muitas pessoas que não estavam na fila simplesmente entraram para a área de check-in e foram as primeiras a serem atendidas – entre eles: brasileiros, chineses, etc. Conversamos com alguns funcionários ou que realizavam check-in da Ethiopian (pareciam terceirizados) ou do GRU e finalmente acabaram controlando a fila para não ter mais “furões”.
No final, acabamos descobrindo (por conta própria, porque ninguém havia avisado) que a entrada para o check-in mais à direita, que era reta e não fazia ziguezague, era tanto para preferencial quanto para quem já havia feito o web check-in, ou seja, cortamos uma meeeega fila, mas de maneira correta. Outra dica é essa: faça o web check-in, imprima os cartões de embarque e localize a fila correta, com certeza evitará alguns transtornos.
A aeronave do trecho GRU-ADD é muito boa: cadeiras confortáveis e espaçosas e com algumas opções de entretenimento (depois de rodar 3 filmes, não que tenha assistido algum por inteiro hehehe, parou de funcionar… Acabei escutando música, já que assistir a única coisa disponível, rota do avião, estava meio entediante). Eles disponibilizaram uma cobertinha, almofadinha e fones de ouvido.

20160204_114029

Aeronave de Guarulhos para a Etiópia

Enquanto a aeronave era boa, o serviço… Bem, esse era peculiar. Quando entregaram a 1a refeição não ofereceram opção nem de prato nem de bebida, como se já soubéssemos previamente o que seria servido. Cerca de 6 horas depois dessa refeição estávamos morrendo de fome e vimos alguns passageiros comendo em pé, na área dos comissários. Fomos lá e matamos nossa fome: pão com presunto e queijo. Delícia! Achamos bem esquisito esse self-service, mas… Ficamos bem felizes depois, barriga é cheia é bom demais! Quase uma hora antes do desembarque eles haviam terminado a entrega da 2a refeição, dessa vez ofereceram: carne ou peixe.
Chegamos em Addis um pouco antes do horário previsto e sem demora já pudemos desembarcar, dois ônibus já estavam aguardado para nos levarem para o saguão do aeroporto.

20160312_112437

Aeroporto de Addis (foto tirada na volta)

Confesso que me surpreendi positivamente com o aeroporto. Li relatos de que se assemelhava a uma rodoviária e que era bastante desorganizado, mas não achamos isso não. O que precisa saber sobre o aeroporto:
1- beeeem frio!
2- se entrar no seu portão de embarque, o nosso era o 17, não há opção de comida/bebida lá dentro, somente banheiros.
3- os preços de comidas/bebidas são beeeem caros: 8usd um sanduíche + 1 bebida! Sim, reparou que falei usd? Pois é, não se preocupe que não será necessário trocar moeda, os preços já estão em dólar, euro e libra! :O (pagamos 2usd por 1 água, pelo menos era de 1 litro, e 5usd por um cappuccino de umas 300mls). >> Spoiler: jantávamos em Siem Reap por cerca de 10usd!!
4- toda hora eles anunciam os voos e até te perguntam qual era o seu. Dentro do portão os funcionários passam chamando em voz alta pelo voo. Diferente, mas funciona!
Quanto ao trecho de Addis para Bangkok, li que era terrível! Novamente fomos surpreendidos: uma aeronave muito confortável e com diversas opções de entretenimento. Além de disponibilizarem, novamente, uma cobertinha, almofadinha e fones de ouvido, recebemos um kit com máscara de dormir, meia, pasta dental e escova descartável. 😉 A comida também estava bem gostosa! Olha aí as fotos:

20160205_014756 20160205_022910

A VOLTA
Diferentemente do nosso check-in em Guarulhos, o check-in no BKK foi super de boa. O voo até Addis também foi super tranquilo, mas não tinha opções de entretenimento como na ida (dormimos ele todo, daí nem fez falta :P). A espera lá na Etiópia foi bem curta. Desembarcamos e já fomos direto para nosso portão, que era bem bagunçado mas dava certo, muitos voos saíam dele.
O voo de volta para o Brasil possuía entretenimento mas a comida, infelizmente, não estava tão boa quanto a da ida.

RESUMINDO
Com certeza, voaríamos novamente pela Ethiopian. O preço foi bom, houve pontualidade e as expectativas foram superadas!

Compartilhar isso: